terça-feira, 27 de julho de 2010

Bilderberg: eles querem você!


Gente rica e poderosa pode estar tentando manipular secretamente a sua vida, para ficar ainda mais rica e poderosa. São os integrantes de organizações como o Bilderberg e o Conselho de Relações Internacionais
por Texto Mariana Sgarioni

Você gosta de Coca-Cola? Está chocado até hoje com a ocupação do Iraque? Perdeu dinheiro na bolsa de valores? Se a sua resposta é “sim” para pelo menos duas dessas questões, comece a desconfiar: “ELES” podem estar manipulando sua vida. Os supostos manipuladores são pessoas muito ricas e poderosas. Ex-presidentes, por exemplo. Ou dirigentes de empresas multinacionais, banqueiros, megainvestidores e intelectuais.

Esse é o tipo gente que integra o Bilderberg, uma organização que se reúne periodicamente, sempre a portas fechadas. Como não se sabe o que é discutido lá dentro, todo mundo começa a imaginar coisas. Será que “ELES” planejam dominar o mundo? O jornalista espanhol Daniel Estulin, autor de A Verdadeira História do Clube Bilderberg, acredita que sim. “O grupo tenta criar uma ordem mundial em que todos, um dia, serão subservientes. É o que eles chamam de Governo do Mundo Único.”

Cabeças feitas
Estulin diz ter passado 15 anos investigando. Segundo ele, o principal braço do Bilderberg é o Conselho de Relações Internacionais (CFR, sigla em inglês para Council on Foreign Relations), uma entidade com sede em Nova York. O jornalista acredita que o poder dos 3 mil integrantes dessa organização é extraordinário. Eles influenciariam as decisões tomadas por boa parte dos congressistas americanos. Controlariam a CIA (o serviço de inteligência), o FBI (polícia federal) e o IRS (Departamento do Tesouro). E teriam feito a cabeça de John McCain e Barack Obama, que acabam de se engalfinhar na disputa pela Casa Branca.



O clube Bilderberg nasceu em 1954 com o objetivo de “debater assuntos relevantes e de interesse mundial”. Seus sócios se reúnem todo ano, passam dias conversando e não contam para ninguém o que foi discutido. O segredo acaba dando margem a especulações do tipo: o grupo seria capaz de provocar uma crise financeira em determinado país, para beneficiar outro; teria o poder de derrubar e eleger governos, para defender este ou aquele interesse; e provocaria uma guerra se isso fosse do interesse de seus integrantes. Na antiga Iugoslávia, líderes sérvios culparam o Bilderberg pelo início do conflito que culminou com a queda de Slobodan Milosevic, em 2000.

A sede do clube fica na Holanda, mas não há funcionários que dêem as caras por lá. Quem liga é atendido por uma secretária eletrônica, que pede para deixar recado. Todo o conteúdo dos encontros é registrado numa ata, mas não há nomes ou assinaturas no documento. Nem página na internet a organização tem, tamanha é sua vontade de ficar longe – mas muito longe mesmo – dos holofotes.
Um jornalista independente que lidera uma campanha contra o grupo a partir de sua casa, em Bristol, na Inglaterra. Numa entrevista à rede de notícias BBC, Gosling declarou: “Quando tanta gente poderosa se reúne, creio que merecemos uma explicação sobre o que está sendo discutido”. Para outro jornalista, o também britânico Martin Wolf, tudo isso é uma grande bobagem. Ele já participou de algumas reuniões do Bilderberg (jamais na condição de repórter) e garante que não há nada de suspeito nesses encontros.

Até a hillary
Na lista dos sócios do Bilderberg aparecem os ex-secretários de Estado Henry Kissinger e Colin Powell e o ex-secretário de Defesa Donald Rumsfeld. Hillary Clinton e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair compareceram à reunião de 2007, na Turquia, pela qual também passaram diretores de empresas como Coca-Cola, Microsoft, Nokia e Siemens.
Vários outros grupos são acusados de manipular o destino da humanidade. Há quem enxergue conspiração até nos bastidores do Fundo Monetário Internacional (FMI), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e das Nações Unidas (ONU). Nenhuma dessas entidades, contudo, supera a irmandade Skull and Bones (“Crânio e Ossos”) no quesito “suspeita de querer controlar o mundo”. Ela reúne alunos da Universidade Yale, nos EUA. Vive tão cercada de mistérios e tem tanta gente poderosa em suas fileiras que merece uma reportagem só para ela.

Até mais com novas matérias. Aguarde.

Para ver mais: Clique Abaixo







Bilderberg um clube secreto governa o mundo? Clique Aqui
Bilderberg (senhores do mundo) Clique Aqui
Sociedades Secretas – Segredo é poder- Clique Aqui


5 COMENTÁRIOS:

Jhonny disse...

Muito interessante o assunto...fiquei curioso para saber mais sobre isso. Parabéns pelo blog. Abraço.

Rosangela disse...

Isso daria um filme.
Mas dava para deduzir que houvesse uma organização dessas agindo secretamente!
Pela postagem , um assunto que causa curiosidade!

Osrevelatti disse...

fiz e ainda faço pesquisa
sobre o assunto é muito interessante
procure aparecer mais abraço.

Guilherme Bayara disse...

Muito interessante.
Eu acho deveriamos sim ter uma explicaçõe sobre as reuniões, já que elas envolvem pessoas muito influentes.
Mas duvido que seja algo conspiratório.

Anônimo disse...

se tu fizer isso tu ja esta morto ou quase morto.

Postar um comentário

Comenta, Não precisa concordar:

 
Bloggerized by Lasantha - Parceria Aluno Virtual
Real Time Web Analytics